Ligue-se a nós

Esportes

Ao L!, motorista do ônibus do Flamengo conta a experiência no AeroFla: ‘Sou um privilegiado’ – Lance

Publicado

em

lance-20112021143017774.jpeg


Em simbiose, Flamengo e a sua torcida viveram uma tarde histórica na última sexta-feira, quando o ônibus da delegação rubro-negra foi abraçado pela Nação do Ninho do Urubu ao Aeroporto do Galeão, onde o time embarcou rumo a Porto Alegre para dois jogos pelo Brasileiro antes de decidir a Libertadores. E a pessoa responsável por conduzir os finalistas da América teve uma visão privilegiada e a oportunidade de vivenciar tal experiência pela segunda vez em três anos: Jorge Moraes, o motorista do ônibus do clube.

Ao LANCE!, Jorge contou sobre a nova experiência, a importância de momentos como o de ontem para a torcida, sobretudo para quem não possui condições de ir com frequência aos jogos, e a representação de um torcedor trabalhando diariamente em seu clube do coração.

“Sou um privilegiado”, resumiu Jorge Moraes após o segundo AeroFla:

Anúncio

⁃ A torcida do Flamengo é incrível e não deixou a desejar no apoio aos nossos jogadores e comissão. Sempre cantando em tom bem alto, com toda a emoção de torcer para um dos maiores clubes do mundo. É imensurável fazer parte dessa história pela segunda vez em três anos. Ver de perto o rosto do torcedor, as crianças, os idosos. Tenho a exata noção que sou um privilegiado por participar duas vezes em tão pouco tempo – disse Jorge, emendando sobre as lembranças de 2019, antes do embarque para Lima e às vésperas do bicampeonato da Libertadores.

⁃ São as melhores possíveis. Não dava para ver o asfalto, a torcida balançava a van, cantava sem parar. Estávamos há muito tempo sem disputar uma final de Libertadores. Emocionante demais. Jamais sairá da minha memória e de todos que estiveram ali. Vestir essa camisa proporciona momentos como esse.

Por falar em Lima, Jorge lembrou que não viajaria para a capital peruana, mas o seu sonho foi realizado depois de uma grata surpresa:

⁃ “Lima, lá glória eterna!”. Eu estava lá, e isso ninguém tira. É uma história até curiosa, pois eu não viajaria. Em cima da hora, precisei buscar uma encomenda na Gávea para enviar para Lima. Cheguei no aeroporto e fui entregar ao responsável. Do nada, me perguntam se estou com minha identidade. ‘De repente você viajará’, disseram. Eu respondi ‘tá de brincadeira? Não se brinca com o sonho alheio.’ Na metade dos check-in dos familiares, fiquei sabendo que embarcaria, mas não acreditei. Só acreditei dentro do avião. E lá fui eu viver o sonho e ter a oportunidade de dizer pra minha família que estive lá.

Anúncio

Jorge Moraes (ao centro) em Lima (Foto: Arquivo pessoal)

Por fim, Jorge Moraes comentou sobre os seus tempos de Maracanã e a sua realização em poder representar a arquibancada dentro do Fla.

– Cansei de ir para o Maracanã assistir aos jogos na antiga geral, pagando R$ 2. Muitas vezes voltei andando até o Engenho Novo porque não tinha o dinheiro da passagem. E com o bico seco também.

– Hoje trabalho junto dos meus ídolos, companheiros de trabalho, muitos me tratam com carinho e respeito, ainda recebo ligações de atletas que não estão mais aqui. Muito gratificante. Sou um torcedor que pode colaborar diretamente com o crescimento do nosso clube. Represento a arquibancada ali – finalizou.

Anúncio

> Veja e simule a tabela do Brasileiro

Em Porto Alegre, o Flamengo enfrenta o Internacional às 21h30 deste sábado, no Beira-Rio, 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Fonte: R7

Anúncio

Comentarios

Mais Lidos