Inca registra queda de 30% no número de doadores de sangue em setembro

Aumente as Vendas pelo WhatsApp ainda HOJE!


As doações de sangue recebidas pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) em setembro deste ano caíram 30% em relação ao mesmo mês do ano passado, o que significou menos 272 bolsas. Ao longo deste ano, foram coletadas pouco mais de 7 mil bolsas, cerca de mil a menos do que no ano anterior.

Segundo o hemoterapeuta do Inca, Edmilson Assunção, o ideal, para abastecer o banco de sangue do órgão, vinculado ao Ministério da Saúde, é garantir média diária de 50 bolsas de todos os tipos sanguíneos para as transfusões.

Assunção disse à Agência Brasil que, em alguns períodos, os doadores têm dificuldade de chegar ao Serviço de Hemoterapia . O médico lembrou que o Inca não dispõe de um sistema em que o sangue seja coletado no local onde o doador está ou que o leve até o setor onde poderá fazer a doação.

“A primeira dificuldade diz respeito às pessoas chegarem até aqui. Em segundo lugar, independentemente do transporte, também não temos estacionamento para os candidatos a doar sangue”. Outras dificuldades para que os interessados se apresentem para fazer doações são os deslocamentos em períodos chuvosos, ou quando vêm as doenças sazonais, como a gripe e a covid-19, acrescentou.

Preocupação

Uma preocupação do Inca, no momento, é aumentar o número de doadores ante a proximidade dos feriados que ocorrerão em novembro. Por isso, o médico pediu que a população se mobilize. “Nós continuamos a precisar de doadores de sangue. Funcionamos aqui de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h30 para coleta e, aos sábados, das 8h às 12h.”

Assunção destacou que, embora o Inca não disponha de transporte para coletar o sangue do doador ou para levá-lo ao Serviço de Hemoterapia, as pessoas podem marcar a doação pelo Serviço Social do instituto ou fazer o agendamento para recebimento de vans ou outro tipo de transporte, para que os funcionários do Inca se organizem e recebam essas pessoas. Segundo Assunção, os doadores que usam o serviço de vans costumam preferir os sábados para fazer as doações.

O Serviço de Hemoterapia do Inca está localizado na Praça da Cruz Vermelha, 23, 2º andar, região central do Rio de Janeiro, O agendamento pode ser feito pelos números 3207-1580 ou 3207-1021.

“Precisamos de doações regulares de sangue. Os protocolos de tratamento devem ser mantidos e o sangue disponibilizado no exato momento que o paciente precisar. A queda acentuada tem grande impacto no tratamento das pessoas”, reforçou a chefe do setor de Hemoterapia do Inca, Iara Motta.

Componentes

As bolsas se dividem por tipos de componentes do sangue em concentrados de hemácias e concentrados de plaquetas, plasma fresco congelado e crioprecipitado, que é um concentrado de proteínas.

Edmilson Assunção informou que o Inca tem estoques razoáveis de plasma e crioprecipitado, mas ressaltou que a demanda maior na transfusão é pelos concentrados de hemácias e de plaquetas, inclusive porque têm período de validade bem inferior aos dos demais componentes. Os concentrados de hemácias têm 35 dias de validade e os de plaquetas, prazo máximo de cinco dias para uso. “Nossa necessidade diz respeito, particularmente, aos concentrados de hemácias e de plaquetas.”

Existem também dois tipos de doações: a doação de sangue total, cuja bolsa é, habitualmente, fracionada nos quatro componentes do sangue citados, e a doação de plaquetas por aférese, ou doação de plaquetas por doador único. “Um único indivíduo vem aqui e doa exclusivamente, de forma seletiva, um determinado tipo de componente do sangue chamado plaquetas.” Aférese é a separação dos componentes do sangue por centrifugação, por meio de um equipamento automatizado.

Para a doação de plaquetas, entretanto, há alguns requisitos a mais a serem cumpridos que na doação do sangue total. Uma das condições é que a pessoa tenha doado sangue total nos últimos cinco meses, com todos os resultados negativos. Em segundo lugar, ele deve ter calibre venoso melhor que o do doador de sangue total. Isso é avaliado pela equipe do Serviço de Hemoterapia.

De acordo com Assunção, a doação de sangue total dura em torno de 10 minutos, enquanto a de doador único vai de uma hora a uma hora e 30 minutos. É feito na hora um hemograma completo para ver se o doador preenche todos os requisitos – estando tudo correto, a doação é feita no mesmo dia. “Isso é fundamental porque a plaqueta é um elemento indispensável para pacientes submetidos a cirurgia, quimioterapia ou radioterapia, quando cai muito a quantidade de plaquetas e eles podem sangrar, o que, inclusive, os coloca sob risco de morte em algumas circunstâncias. Então, plaqueta é um dos componentes do sangue que a gente mais precisa ter em estoque.”

Apelo

O médico Edmilson Assunção insistiu que o Inca precisa de doadores de sangue, porque a quantidade que tem vindo no momento é pequena para atender à demanda dos pacientes.

“E mais do que isso, o Inca, se tiver estoque adequado, pode disponibilizar sangue para outros lugares, como o Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti (Hemorio); o Hospital Universitário Pedro Ernesto, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro ; e o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro”, concluiu.

Aumente as Vendas pelo WhatsApp ainda HOJE!



Source link

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *