Ligue-se a nós

Senado Federal

Plínio Valério defende instalação da CPI das ONGs no início de 2022 — Senado Notícias

Publicado

em

20211116_01169jr.jpg

Em pronunciamento nesta terça-feira (16), o senador Plínio Valério (PSDB-AM) defendeu a instalação, no início de 2022, da Comissão Parlamentar de Inquérito destinada à investigação das Organizações Não-Governamentais que atuam na Amazônia. Autor do requerimento de criação da CPI, Plínio Valério afirmou que o objetivo das apurações não é ‘demonizar’ todas as ONGs, mas as que estariam causando mal ao país. 

— Nós, do Amazonas, não toleramos mais essa intervenção que se faz. Não se respeita o governo brasileiro, o governo local. Vêm os doadores e passam [dinheiro] diretamente para as ONGs. Essas ONGs, acredite, com algumas exceções, nos causam muito mal. E há suficiente material para que a gente inicie uma CPI — declarou.

COP26

Plínio Valério elogiou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, por defender, durante a COP-26, a Conferência do Clima, a remuneração de pequenos produtores pela preservação ambiental.

Anúncio

Para ele, Pacheco não se portou “como muitos brasileiros que, quando estão no exterior, concordam com tudo de mal que falam do país”. Plínio Valério disse preciso também “cuidar do ser humano que vive na Amazônia”.

— O meu elogio para o senhor foi por não se quedar a essa tentação de ter os holofotes da mídia ao acusar, ao esculhambar com o nosso país — disse Plínio Valério.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Anúncio

Fonte: Agência Senado

Comentarios

Mais Lidos