Stefani é campeã de duplas do WTA de Guadalajara e salta no ranking

A brasileira Luisa Stefani faturou na madrugada desta segunda-feira (24) o título de duplas do WTA 1000 de Guadalajara, ao lado da australiana Storm Sanders, e de quebra saltou 162 posições no ranking mundial: agora é a 60ª colocada. Medalhista de bronze na Olimpíada de Tóquio, a paulista de 25 anos derrotou na final a parceria da compatriota Bia Haddad,  com a cazaque Anna Danilina, por 2 sets a 1 (7/6 (7-4), 6/7 (2-7) e 10/8. É o segundo título de Stefani, após retorno às quadras em setembro.

“Foi muito divertido jogar na frente de vocês a semana toda. Bia e Anna tiveram uma grande semana, se garantiram no Finals, incrível feito. Bia é uma grande inspiração ao tênis brasileiro e para mim. Não é a primeira vez que fico orgulhosa dela, do que vem fazendo e levando o tênis brasileiro a um nível mais alto. Quero agradecer a Storm pelas duas semanas no começo de meu retorno, confiou em mim, estou orgulhosa de nós”, disse Stefani, após levantar o troféu ao lado de Storm.

Stefani voltou a competir no mês passado, após quase um ano de recuperação de uma cirurgia no joelho direito. Ela se lesionou quando disputava a semifinal do US Open – na época Stefani era a número 12 do mundo. No retorno às quadras, no WTA 250 de Chennai (Índia), a brasileira conquistou o título de duplas, ao lado canadense Gabriela Dabrowski, parceira frequente de Stefani, com a qual ganhou ano passado o WTA 1000 de Montreal (Canadá).

A paulista soma ainda títulos ao lado da norte-americana Hayley Carter: o WTA de Lexington (Estados Unidos), em 2020, e o WTA de Tashkent (Uzbequistão), em 2019.



FONTE

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *