Ligue-se a nós

Rio de Janeiro

UFRJ cria auxílio-transporte emergencial para estudantes  – Notícias

Publicado

em

r7rio-112021-ufrj-transporte-auxilio-25112021173418131.jpeg

Com a suspensão do passe livre universitário por tempo indeterminado na cidade do Rio de Janeiro, a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) lançou o auxílio-transporte emergencial temporário para os estudantes. 

A PR-7 (Pró-Reitoria de Políticas Estudantis) da UFRJ lançou, nesta quarta-feira (24), o edital da iniciativa que beneficiará 5.000 estudantes de graduação. O auxílio de R$ 300 vai durar quatro meses.

Para concorrer ao benefício, os alunos precisam ter matrícula ativa em curso de graduação presencial, não ter concluído os créditos necessários à finalização do curso, realizar atividade acadêmica presencial e não possuir outro auxílio-transporte oferecido pela UFRJ.

Anúncio

Também é necessário possuir renda bruta familiar per capita de até um salário mínimo e meio. Em caso de empate, o estudante contemplado será o que possuir maior CRA (Coeficiente de Rendimento Acumulado).

As inscrições estão abertas até o dia 1º de dezembro. O resultado será divulgado no próximo dia 6. Os aprovados precisam ter a conta-corrente cadastrada no Siga (Sistema Integrado de Gestão Acadêmica).

Segundo a universidade, o objetivo é o custeio parcial das despesas de deslocamento entre a residência dos alunos e o campus onde a atividade acadêmica presencial é realizada. Caso a Prefeitura do Rio reative o passe livre universitário antes do prazo de quatro meses, o auxílio será suspenso.

Os estudantes podem esclarecer as dúvidas sobre o auxílio-transporte emergencial pelo e-mail para [email protected]

Anúncio

Suspensão do passe livre universitário

O passe livre universitário foi suspenso no início da pandemia de Covid-19, quando as aulas foram paralisadas. O benefício garantia a gratuidade para uso dos transportes públicos no Rio aos estudantes que haviam cursado o ensino médio em escola pública ou usufruído de bolsa integral em escolas particulares, além daqueles que comprovassem renda de até um salário mínimo.

Em agosto de 2021, os alunos de diferentes instituições de ensino superior ocuparam a sede da Prefeitura do Rio em protesto. Durante a campanha eleitoral em 2020, o prefeito Eduardo Paes havia prometido retomar o benefício.

No entanto, apesar de as principais instituições de ensino terem voltado às aulas presenciais, o caso se tornou um impasse em meio ao processo de mudança do sistema de bilhetagem na cidade. 

Anúncio

Procurada, a prefeitura afirmou que “enquanto não tiver o controle do sistema de bilhetagem, está impossibilitada de retomar a concessão do benefício” e elogiou a iniciativa da UFRJ.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira 

Anúncio

Fonte: R7

Comentarios

Mais Lidos